quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Amizade 2.0


Gostaria de saber aonde esta a verdadeira essência da amizade. Ao me perguntar isso, tenho uma surpresa não tão agradável : A amizade agora esta presa dentro das redes de interatividade on - line , ou seja, armazenadas como mais um arquivo de internet. Não se tem mais aquele contato pessoal e os assuntos são tão robóticos quanto o objeto à frente que codifica o sentimento e o traduz na tela. Tudo sem erros , tudo dentro de um formato específico , letras e parágrafos , ditos e não ditos... sempre tomando cuidado com o português (ou não). Deste modo, tudo aquilo que eu tanto prezava, desde sair sem rumo a qualquer hora para qualquer lugar até simplesmente ficar ao lado de um amigo em silêncio tentando achar uma forma de dizer o que estava me incomodando, vira banal e desnecessária quando na verdade apenas preciso responder a perguntas simples como " Tudo bem ? ". Copie e cole as repostas e perceberá que elas servem para pelo menos 90% das pessoas na sua lista de "amigos".

Comercializaram todos os encontros e não existe mais o verdadeiro "feio", agora só existem os que não conseguem alcançar o belo efeito do PhotoShop ou que não pegaram aquele ângulo perfeito. Não se tem direito mais de ser feio, como se já não bastassem os padrões impostos pela indústria cultural que vende estética como promessa de sucesso ( sucesso este que NUNCA existirá) , agora temos que engolir toda uma padronização na internet e suas comunidades on-line, irrita quando tudo o que se vê é on-line, uma falsa interligação entre pessoas, a morte do humano, a supremacia da tecnologia. Sinto que perdi todos os meus amigos (ou a maioria deles) para esses meios digitais, sinto dentro de mim que só vou encontrá-los com freqüência quando tiver disposição o bastante para me conectar ou então enquanto o meu computador aguentar. É revoltante e ao mesmo tempo assustador.

Alguém aí ainda se lembra de como é convidar um amigo para sair e tomar um simples sorvete ? Alguém aí sabe escrever e mandar uma carta feita a punho ? Alguém aí consegue substituir todos os malditos scraps por ligações ? Alguém aí , ainda sabe ser amigo de carne e osso ?

Até mesmo o mais estimado dos meus amigos, conseguiu a proeza de se desfazer da nossa amizade via internet. Ele simplesmente não entra mais no MSN. Vê só , como tudo agora é 2.0, tudo agora é interatividade. Faz-me rir. Não vejo futuro então para os meus sentimentos que nunca foram tão fortes assim , deixo para trás parte desta falsa vida repleta de finas camadas invisíveis e fracas tentando reproduzir o que antes era vivo e evidente em mim : O meu profundo respeito pelo sentimento de amizade. Já não sei mais se falo mesmo com pessoas , ou com mensagens prontas e banais.

Tudo o que eu tanto fiz , que foi evitar pessoas, agora se tornou mais fácil com a internet , você bloqueia os seus problemas e eles ficam lá. Mentira, eu amava os momentos de conflito , pois era ali que eu me sentia vivo e sabia que o que era de verdade iria durar e o que era de mentira morreria sem nenhuma piedade, eu sabia eu tinha como saber ! Evitar pessoas... han ... foge do meu controle.

A internet fez uma lista dos amigos que me roubou.

Um comentário:

João disse...

Pois é, meu caro amigo, a partir de agora fazemos parte de um pseudo mundo, cujo, até mesmo, nossos sentimentos são virtualizados.

No entanto, ainda tentamos nos virar com nosso ímpeto de barbarismo, exclusivo de poucos.

Às vezes, nos faltam palavras para expressar tamanha indignação. Outras faltam assuntos.

Mas o mais importante é que nos deparamos todos os dias um com o outro. Estamos lá de carne e osso.

Um gesto, um olhar, uma palavra proferida; viva o contato humano.