sexta-feira, 14 de novembro de 2008

You just lost one !



De São Paulo até Paris, do português até o inglês, do concreto até o meio da floresta. Basta eu me distrair que então, as coisas fazem questão de se tornarem magníficas. Naquelas horas, eu não precisava de mais ninguém , eu tinha praticamente tudo. E em grande parte, estava sozinho, com meus conceitos.

Certas palavras tem um significado universal, certas atos também , e nós deixamos nossa marca no pilar, como se isso eternizasse cada passo que foi dado e cada sorriso que foi desenhado nos nossos rostos. Tudo como deveria ser.

Imagino aqueles domingos de sol e o som bem alto nas casas, eu já logo cedo de pé pronto para sair para a rua e ficar lá por muitas horas, quase sempre esperando por algo que eu nunca teria. Não havia peso e as responsabilidades eram resolvidas no " par ou ímpar ", agora eu sei, que aqueles dias foram coloridos com lápis tinta ... Sei que desde o início estava no meu sangue tudo o que hoje me faz ter vontade de continuar andando pelas ruas.

Quero tocar com minha banda, e poder explodir, queimar toda a raiva e rancor, quero poder dizer vários nomes sem realmente dizê-los. Só eu sei do peso nas minhas letras.

Seja como for, eu ainda sei ser o Veny, eu ainda consigo olhar para dentro de mim e por mais que o vazio seja grande , eu sei que posso ir além de Paris e São Paulo.

Um comentário:

k e l e n disse...


É o zoropa.power no ar.
Acho que ess foi o post mais 'doce' que você já fez.
Vou hospedar essa mina aqui em casa pra você sempre ficar assim rs